Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

snacksoverthecounter

Conta-me as tuas histórias. Fica para ouvir as minhas

snacksoverthecounter

Conta-me as tuas histórias. Fica para ouvir as minhas

26
Set18

Conta-me histórias

Estamos aqui na mesma mesa. Deixa-me ouvir a tua história. O teu pedaço de coisas para dizer. O teu momento de glória. Conta-me o que te aconteceu. O que não podes contar porque sabes que vai chorar. Conta-me aos bocadinhos. Conta-me tudo o que te lembras.

 

Estamos aqui no mesmo comboio. Consigo ver as tuas feridas por baixo desses olhos baços. Não sei de onde és mas sei que trazes uma história contigo. Não sei como te sentes mas vejo-te um bocadinho perdido. Sei que tens um coração contigo. Só não sei se está vivo.

 

Estamos aqui na mesma fila de supermercado. Não grites com o teu filho. Acho que isso é dor. Podes me contar a tua história. Eu prometo que fico para ouvir e não te interrompo nem vou embora. Conta-me as angustías porque de mentiras está o mundo cheio lá fora.

 

Estamos no mesmo espaço físico. Será que acabaste de receber o euromilhões. O que dirá tamanho sorriso. O que será que contas nesta hora. O coração parece que te sai da boca para fora.

 

Estamos aqui onde nos apresentaram.Não sabes o que dizer. E eu peço sem demora. Podes começar por me contar a tua história.

Estamos aqui num canto da vida onde o tempo demora. Não sabes dizer mais nada mas podes me contar essa pequena história. A vida é tão curta para me esconderes essa tua parte. Conta-me tudo o que quiseres e eu prometo que não vou embora.

 

Estamos aqui na lua. Mas podes contar-me a tua história. Porque é que não contas tudo agora. Assim quando voltarmos lá abaixo já não perco pela demora. Conta-me tudo aqui onde ninguém nos ouve. Conta-me os segredos de astronauta. Conta-me todas as coisas que achas que são loucura.

 

Estamos aqui no avião e chegamos dentro de duas horas. Agora conta-me o que fazes com o teu tempo e quando é que te apetece não ser mais história. Conta-me do que ris e de são feitas as tuas gargalhadas.

 

Estamos aqui a escrever juntos. Mas antes conta-me a tua história. Antes lê o que te digo. Relê o que te escrevo mas conta-me o que te faz escrever.Conta-me o que estás aqui a fazer e porque é que tens tanto interesse na minha história.

Conta-me que eu não vou sossegar até tudo terminar e me poderes contar uma nova história.

42600321_178716303022229_622714835662012416_n.jpg

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post