Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

snacksoverthecounter

Conta-me as tuas histórias. Fica para ouvir as minhas

snacksoverthecounter

Conta-me as tuas histórias. Fica para ouvir as minhas

27
Set18

Eu sou outono!

 

 

Nunca fui menina do calor. Não gosto muito de praia nem de me sentir completamente abafada com aquilo que às vezes parece ser um calor fabricado. Nunca fui mais sisuda ou triste por causa disso. Mas o meu tempo sempre foi outro.

Já o outono! Esse, sim. É a minha estação. As cores, o tempo, que não é demasiado frio, mas já chega para que um chazinho à mesa com amigos tenha outro sabor ou que um livro e uma manta me façam querer regressar a casa mais cedo.

O outono é a calma depois do verão. É a transição. É a oportunidade de ver a vida entre o castanho do que já foi e o verde da esperança naquilo que ainda há de vir. É o equilíbrio depois da folia.

Nasci no outono e tive sempre a sensação que isso nos aproximava ainda mais. As árvores perdem as suas folhas e depois vão recebe-las de volta mais tarde. Também gosto. De virar as páginas com aquela certeza de quem, mais tarde vai abrir um livro cheio de outras tantas páginas por folhear.

Gosto das canequinhas a fumegar e das incertezas do que há de vir. Gosto das castanhas embrulhadas em folhas de jornal e das histórias que elas trazem. E ficar a arrumar as outras histórias de verão para ficarem como recordação, nas páginas que se ausentam.E tem a melancolia perfeita para escrever. É ameno, com poucas contrariedades. Até o pisar das folhas assume um ritmo.

Foi sempre com curiosidade que vi o outono acalmar as águas. Vi uma metrópole como Londres desacelerar o passo para viver o outono. E outra como Lisboa perdida de amores pelos novos tons da calçada.

O inverno está morto, a primavera é promiscua e o verão é da folia… Resta-me o outono para ser intensa.

Sê bem-vindo outono e traz tudo aquilo que espero sempre que voltas.

Quem mais está comigo?

 

 

42744700_2187410061497753_8897293923559407616_n.jp

 

4 comentários

Comentar post